1 – Porquê Zeka Roots?

Escolhi esse nome artístico pelo facto do reggae ser um estilo que está intimamente ligado com África. Enquanto africano e pan africanista que sou e sendo África o berço da humanidade na minha perspectiva o reggae tem essa missão de defender África e a sua história esquecida e banalizada… adoptei este nome em homenagem berço e raiz da humanidade ÁFRICA.

2 – Conta-nos um pouco acerca de ti e do teu percurso?

Nasci na capital de cabo verde Praia, e onde vivi durante 21 anos da minha vida. Comecei desde muito cedo a conviver com a música, porque desde cedo tive na família músicos e com os meus 18 anos comecei a tocar mais a sério guitarra. Aos 21 anos vou para Portugal para concluir os estudos onde ingressei no curso de história, na universidade de Évora. Não deixando a música cair em esquecimento nessa altura, comecei a fazer covers em bares para ajudar nas despesas, onde tocava sempre reggae e a música tradicional de cabo verde, morna, funaná, entre outros.

3- Quando é que percebeste que o teu caminho era a música?

A música está-me no sangue, o meu avô foi músico guitarrista, tenho vários amigos e alguns familiares músicos e vejo que a música é o meu caminho pela paixão e o amor que tenho por ela.

4 – Qual a mensagem que pretendes transmitir nos teus lançamentos?

Mensagem de rasta, paz, amor, igualdade, fraternidade e harmonia entre a humanidade, e mostrar a disparidade social, que existe entre os seres humanos fruto da mentalidade que infelizmente reina…

5 – O que podemos esperar de Zeka Roots para o futuro?

De Zeka Roots enquanto artista, músico, compositor, muito trabalho, dedicação eempenho, entre muitas surpresas também!

Ouve o último lançamento do artista, intitulado de Força na Menti!